X

Notícias

29/06/2018

Pichadores são condenados por homicídio qualificado

- Fonte: TJSP

Eles cumprirão mais de 30 anos de prisão

Pichadores são condenados por homicídio qualificado

        O 5º Tribunal do Júri do Fórum Criminal da Barra Funda condenou ontem (28) Anailson Costa da Silva e Marivone Pereira da Silva sob a acusação de homicídio consumado e tentativa de homicídio triplamente qualificados – motivo fútil, meio cruel e utilização de recurso que dificultou a defesa da vitima –, praticados, respectivamente, contra o dentista Wellinton da Silva e seu pai, Manoel Antônio da Silva. Anailson foi condenado também por associação criminosa e pichação. 

 

        Pelos crimes, Marivone cumprirá pena de 32 anos de reclusão, em regime inicial fechado, e Anaílson, que foi julgado à revelia, pois está foragido, 33 anos de reclusão – também em regime inicial fechado –, além de três meses de detenção, em regime aberto, pela pichação.

 

        Os crimes ocorreram em agosto de 2016, quando o dentista e seu pai foram violentamente agredidos por um grupo de seis pessoas que estava pichando o muro da residência das vítimas. 

 

       Na sentença, o juiz Luis Gustavo Esteves Ferreira destacou “o altíssimo grau de reprovabilidade da conduta, ficando evidenciado, pela prova oral colhida, que os crimes dolosos contra a vida foram praticados com acentuada frieza (os acusados agrediram, sem piedade, a vítima até a morte, utilizando paus, pedras e mediante chutes, socos e pontapés), em circunstâncias reveladoras de brutalidade incomum”.

        Cabe recurso da sentença.

        Processo nº 0000955-45.2018.8.26.0052

 

        Comunicação Social TJSP – RP (texto)

Mais notícias

Lgo Pólvora, 141 - Liberdade - SP  -  (11) 3346-6800  -   faleconosco@esa.oabsp.org.br


Praça da Sé, 385 - 6º, 7º, e 8º andar - (11) 3291.8100

Copyright © 2017 - OAB ESA. Todos os direitos reservados | By HKL